10252014Manchete:

Remédios Caseiros secretos para Caseos Amigdalianos……

Caseos-300x229

                                              Os cáseos amigdalianos são bolsões nas amígdalas que acumulam alimentos e outros detritos, causando mau hálito e, ocasionalmente, dor de garganta.  Os cáseos amigdalianos parecem pérolas brancas sobre suas amígdalas ou poças de pus. Devido a isso, a condição é semelhante à inflamação de garganta ou outra infecção nesta área do corpo humano. Felizmente, os cáseos amigdalianos por si só não são geralmente prejudiciais para a sua saúde dos seres humanos.

As pessoas podem ter cáseos amigdalianos, porque têm naturalmente as amígdalas “enrugadas”, que são mais propensas a armazenar os alimentos ingeridos.

Outros detritos também podem se acumular nesses buracos nas amígdalas, incluindo pus e uma bactéria que produz compostos voláteis de enxofre e cria halitose (mau hálito). No entanto, de todas as causas do mau hálito, os cáseos amigdalianos só aparecem em de 3% dos casos.

Dicas para tratar e retirar os cáseos amigdalianos
  • Dependendo da severidade da condição, alguns indivíduos fazem uso da água para remover os detritos, embora não haja muita pesquisa sobre a segurança desta prática.
  • Outros objetos, tais como depressores de língua ou objetos cortantes não devem ser utilizados para remover os detritos, uma vez que podem resultar em tecido danificado.
  • Outro tratamento para cáseos amigdalianos é CO criptólise a laser. Este é um procedimento realizado em consultório em que o especialista se utiliza de um feixe de laser para retirar (se livrar) os bolsões nas amígdalas.

O paciente recebe uma anestesia local para evitar a dor e o procedimento leva cerca de 20 minutos. Os cáseos amigdalianos que provocam mau hálito podem ser curados a primeira vez que este procedimento for realizado, mas algumas pessoas podem precisar do procedimento uma segunda vez.

  • Outra opção para o tratamento dos cáseos amigdalianos é uma amigdalectomia, que consiste na remoção das amígdalas e é eficaz praticamente em 100 por cento dos casos, mas a cirurgia tem riscos que devem ser considerados.
  • A amigdalectomia normalmente só é recomendada se a pessoa tiver outros problemas relacionados com suas amígdalas, tais como infecções crônicas na garganta ou apneia do sono.
  • Algumas vezes, o tratamento de um paciente que sofre cáseos amigdalianos com antibióticos é suficiente para resolver o problema. Os antibióticos eliminam as bactérias nas amígdalas e dando-lhes tempo para se curarem.
  • Em outros casos, os tratamentos mais agressivos podem ser recomendados. Estes podem incluir a ablação por laser das amígdalas para remover as áreas rugosas de modo que não possa armazenar detritos, ou a cirurgia para remover as amígdalas completamente. Para pacientes com persistentes cáseos amigdalianos, a cirurgia pode ser a única opção.
  • Os pacientes com cáseos amigdalianos podem notar que suas amígdalas muitas vezes estejam alargadas ou inchadas. Os cáseos amigdalianos pode tornar difícil para a pessoa alimentar. Se um doente desenvolver frequentes dores de garganta e as amígdalas estiverem extremamente grandes, às vezes bloqueios das vias aéreas podem ocorrer também.
  • Normalmente, o hálito ruim pode persistir, mesmo sendo tratado com a escovação, uso do fio dental, enxague bucal, porque o material no interior das amígdalas ainda estará presente.

Os pacientes devem estar cientes de que muitas coisas podem causar dor de garganta e mau hálito. Mesmo se alguém pensa que os cáseos amigdalianos são a causa de recorrentes problemas de saúde bucal, um médico ou dentista deve ainda ser consultado para uma avaliação.Um profissional médico pode descartar outras causas, incluindo as condições mais malignas, e oferecer recomendações de tratamento que possam ajudar. a cuidar do indivíduo. Os problemas com a saúde oral que não sejam tratados podem contribuir para o desenvolvimento de complicações médicas graves, incluindo septicemia.

532891_614954665201191_2036297068_n

24188e2b60Cáseos Amigdalianos ou Caseum, o que são?

A amigdalite ou tonsilite crônica caseosa, também chamada de amigdalite críptica, é relatada como uma sensação de desconforto ou irritação frequente na garganta e se caracteriza pela eliminação de cáseos amigdalianos, isolada ou associada a outros sintomas como a halitose (ou mau hálito), sensação de corpo estranho ou amigdalite de repetição. Tais sintomas podem, ainda, ser acompanhados de hiperemia (vermelhidão) e hipertrofia (aumento) das amígdalas, sem hipertermia (aumento da temperatura), e geralmente desaparecem após a eliminação do cáseo. Esta enfermidade pode ocorrer em qualquer idade, inclusive em indivíduos que nunca tiveram sintomas nas amígdalas.

O cáseo amigdaliano, também chamado de caseum, tonsilolito ou popularmente, bolinha na garganta, se forma em pequenas cavidades existentes nas amígdalas, denominadas  criptas amigdalianas. O cáseo é uma massa viscosa e seu nome deriva do latim caseum, que significa queijo, assemelhando-se assim a uma pequena “bolinha de queijo” com um odor forte e desagradável.

Os cáseos amigdalianos podem ser expelidos durante a fala, tosse ou espirros, ou ainda, têm de ser retirados das amígdalas mediante a utilização de instrumentos ou “apertando-se” as amígdalas, podendo gerar ferimentos nestes últimos 02 casos.Os cáseos amigdalianos são um problema que afetam uma significativa porcentagem da população, sem haver até recentemente um método simples, econômico, seguro e não invasivo de tratamento conservador.

A presença de cáseos pode favorecer o aparecimento de inúmeras desordens bucais e sistêmicas, como a saburra lingual, a doença periodontal, mau hálito (halitose), amigdalites, entre outras, além de afetar as relações interpessoais (profissão, casamento e vida em sociedade) devido à alteração no hálito que ele provoca.

Os tratamentos propostos, até o momento, são clínicos, através do uso de antiinflamatórios, de gargarejos com soluções salinas e anti-sépticas, sem resultados satisfatórios, ou cirúrgicos, através de amidalotomias e amigdalectomias convencionais ou conservadoras, utilizando-se o laser que mantêm parte das amígdalas e que consiste na remoção de parte das cavidades (criptas amigdalianas) em uma sucessivas intervenções cirúrgicas.

As pesquisas e técnicas mencionadas neste site, envolvendo produtos desenvolvidos para a manutenção de um hálito fresco e agradável, foram publicadas em Revistas científicas brasileiras de renome, tendo sido apresentadas pelo Dr. Maurício Duarte da Conceição e pela Dra. Luciana Sassa Marocchio na Conferência Mundial de Halitose, em Abril de 2009, em Dortmund, na Alemanha, promovida pela ISBOR – Sociedade Internacional para Pesquisa dos Odores da Respiração.

Cáseos amigdalianos provocam mesmo mau hálito?

Sim. Pode ser uma das causas do mau hálito. Mas para entender melhor é importante saber o que são os cáseos? Essas “massas brancas”? Elas se formam de   células epiteliais descamadas, restos de alimentos, corpos estranhos  e bactérias que produzem uma secreção caseosa e se acumulam em massas brancas (cálculos). Se  alojam nas criptas amigdalianas formando verdadeiros tubos que  invaginam para dentro do parênquima da amígdala. A quantidade e frequência vai depender de vários  fatores como: saburra lingual, secreção nasal posterior e outros.

Como saber se esses cáseos estão provocando o mau hálito? Para isso pode ser feito um teste que consiste em fechar a boca, massagear a região do pescoço em direção ao queixo e depois expelir o ar para alguem de sua confiança para que perceba  o odor.

Se confirmar podemos estar com a possibilidade de um diagnóstico de halitose causada por amigdalite caseosa que é uma derivação da amigdalite crônica. Estas amígdalas  podem ou não estar hipertrofiadas ou apenas com edema que pode comprometer a respiração bucal. Torna-se necessário, portanto, procurar um profissional especializado para confirmar o diagnóstico de halitose (Dentista) e o Otorrino.

Atualmente o tratamento pode ser através de gargarejos, antibióticos e em casos mais graves a criptólise com Laser de CO2. Mas isto só é possível depois de um diagnóstico preciso com profissional especializado.Faça um auto-exame e veja se suas amigdalas se apresentam como foi descrito acima e qualquer dúvida mande uma mensagem que poderemos ajudá-lo.

Incoming search terms:

  • amigdalite caseosa medicamento
  • amigdalite
  • remedio casero para caseum amigdalar
  • Remédios Caseiros Secretos Para Cáseos Amigdalianos
  • remedio caseiro cáseos amigdalianos
  • como remover amigdalites modo caseiro
  • remedio caseiro para caseos amigdalinos
  • cirurgia das amigdalas
  • remedio caseiro para acabar com bolinhas na garganta
  • o que é amigdalite

O que vem a seguir?

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Enviar Comentário